“Get Ready” de Mãe Solteira

IMG_20150117_160136 (2)GET READY WITH ME de quando eu não tinha filhos (e nem marido):

Cheguei em casa do trabalho, liguei o som, dei uma olhadinha no Facebook, Instagram e assisti um vídeo de como se maquiar para a balada de hoje no YouTube.
Comi enquanto assistia mais um episódio da minha série favorita e fui escolher a minha roupa de hoje… Não achei absolutamente nada e pelo Whatsapp a minha amiga me mandou a foto de um vestido dela para eu pegar emprestado hoje.
Tomei um banho, cantei no chuveiro e aproveitei para dar uma hidratada nas madeixas.
Fiz aquela escova, aquela make e fui para a casa da minha amiga.
O vestido ficou incrível!
Enquanto ela terminava de se trocar, falei com o boy magia e tomei uma cervejinha só para abrir o apetite.

GET READY WITH ME nos dias de hoje (mãe solteira):

Cheguei em casa as 17h, já atrasadíssima. Atrasadíssima e com um monte de bolsas, bebê, carrinho e apetrechos que sei lá como, a gente vai adquirindo ao longo de um dia fora de casa com um bebê de colo. Não sei explicar, mas é a Lei da Multiplicação de todas as coisas. Você sai de casa com 1 bebê, 1 carrinho e 1 bolsa; e se bobear, volta pra casa com 13 sacolas e 5 crianças. Quem é pai sabe.Bom, a primeira medida foi botar tudo no lugar, porque se você mora com um bebê e um gato, e passa um único dia sem arrumar as coisas, acredite, só Santo Expedito para rearranjar sua casa depois.
Assim que tudo está alocado, corre para fazer as marmitas do dia seguinte (‪#‎vidadedieta‬), já lava a louça, faz a lista do mercado e bate a roupa suja na máquina. Estende a roupa. Faz a mala do bebê para dormir na casa da Vovó e a bolsa dele da escolinha. Ah, aproveito e arrumo as coisas que eu vou precisar no dia seguinte, as roupas que eu vou usar e tudo mais. Tento pagar algumas contas da internet mas percebo que a Net está fora do ar (pra variar). Ligo na Net enquanto passo um café (essencial). Tudo isso, obviamente, com o Zion choramingando, exigindo atenção, por entre as minhas pernas. Dou banho no Zion e tomo banho ao mesmo tempo. Esqueci de pegar as toalhas (ó céus! Jaimeeeee!!). Troco ele e me troco, de novo, ao mesmo tempo. Ele vai de leite e eu de café. Sempre ao mesmo tempo. Preciso me maquiar. Boto o Zion dentro da pia do banheiro, forrada com toalhas para ele não se machucar e agradeço profundamente por ter trabalhado na TAM no turno da madrugada e ter aprendido a arte da ‘maquiagem a jato’. Pego o Zion, a tralha toda e o carrinho, e coloco tudo no carro usando um salto da altura do Empire State e andando com a destreza de um bêbado pós-festa open bar. Depois que o Zion nasceu, eu nunca mais usei salto.
A Vovó chega as 19:30h. Ah, é, só passaram pouco mais de 2h.
Escrevo um Post, respondo algumas mensagens na internet e deixo meu coração ao lado do travesseiro do Zion.

Porque é isso que acontece quando você sai.

Mesmo sabendo que melhor cuidado do que pela Vovó é impossível, a gente ainda se sente culpada por sair uma única noite na vida.

Já me falaram que passa, que essa culpa que a gente sente diminui… Eu só consigo pensar que faz milhões de anos que a Eva comeu a tal maçã e até hoje ela não foi absolvida.

Saudade de quando alguém me ligava eu dizia “em meia hora eu tô aí” e conseguia chegar 4 horas depois e a única culpa que eu sentia era a de ter borrado a maquiagem em alguma coçada de olho despercebida.

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s